Delegar e estabelecer índices de performance

indíces de performance

Índices de performance: a arte de fazer mais em menos tempo

Uma queixa frequente de empreendedores e empresários é a falta de tempo. Pouco tempo para a família, para o relacionamento, para cuidar da saúde, enfim. Deixa-se coisas muito importantes de lado para focar na empresa. Mas o dia tem 24 horas para todos e a longo prazo deixar de lado aspectos importantes da vida traz muitos prejuízos. Quem gostaria de chegar aos 60 anos cansado de tanto trabalhar, com a saúde comprometida, com relacionamentos familiares e afetivos arruinados e sem ter acompanhado o crescimento dos filhos? Dificilmente concordaríamos com rotinas malucas se pesássemos bem o preço disso tudo. Mas sucesso nos negócios pode bem ser conciliado com outros aspectos da vida. Basta saber equilibrar bem as coisas, delegar e ter índices de performance bem estabelecidos. Vou explicar melhor.

Entre na lista VIP e saiba de tudo antes

Sobre equilibrar bem as coisas

Minha filha tem hoje 13 anos. Há um tempo atrás estava se sentindo sobrecarregada com a escola e entre uma lágrima e outra quis saber como eu conseguia fazer tudo. Para que ela entendesse bem, me comparei a uma equilibrista em um número com pratinhos.

Um prato é o trabalho, outro é ela, outro é nossa casa, outro é minha saúde, outro é a família e assim sucessivamente. Todos têm que ficar girando. Hora a equilibrista dá mais atenção para um prato específico e depois aos outros. Ou seja, tem momentos que sua atenção tem que estar em determinada coisa da sua vida e em outras horas, nas outras.

O segredo é não deixar nenhum desabar. Minha filha se tranquilizou e disse que no momento o prato dela que precisava de atenção era a prova do dia seguinte. E assim aprendeu a priorizar o que é urgente. Mas, não podemos deixar o importante de lado. Muitas coisas importantes não são urgentes. Sabe aquela consulta médica ou o dentista? Não deixe este prato se tornar uma urgência na sua vida.

Entre na lista VIP e saiba de tudo antes

Delegar para ganhar tempo

Tenho perfil de controladora. Sou perfeccionista e, por mim, faria absolutamente tudo. Mas é simplesmente impossível. Uma das decisões que tomei ao voltar a morar no Brasil após quase 8 anos na Alemanha foi que minha empresa seria muito maior que eu mesma. Não queria trabalhar de casa ou que tudo dependesse de mim.

Existe uma diferença grande entre “delegar” e “delargar”. Muitas pessoas simplesmente passam a tarefa para frente sem explicar direito o que querem ou as implicações de se fazer algo bem feito ou mal feito. Se a equipe entende as tarefas, saberá até onde ir e como resolver situações diferentes.

Para quem delega, resta a responsabilidade em controlar até ter certeza que as coisas estão saindo como esperado. E aí fica a dica: ninguém fará exatamente como você faria. Estabeleça padrões, mas deixe espaço para a criatividade e iniciativa da equipe onde couber. E use as ideias delas e dos clientes para inovar constantemente. Adoro este tema – já fica a ideia para outro artigo!

Entre na lista VIP e saiba de tudo antes

indices de performance

Como medir se as coisas vão bem

Para saber se um negócio vai bem, há várias variáveis. Meça o que realmente contribui para seu negócio. Dois índices de performance básicos são: financeiro e satisfação dos clientes. Outro índice muito útil é saber de onde estão vindo seus clientes e qual é seu perfil.

No aspecto financeiro, é importante você saber seu faturamento, seu resultado e qual o gasto médio por cliente. São índices importantes para você pensar em metas e bonificações para premiar o desempenho da sua equipe. Bônus + ambiente de trabalho agradável fazem milagres!

Cliente satisfeito é um dos seus maiores ativos! Cuide disso de perto e agradeça também as críticas – são chances de você melhorar seu serviço. Quantos que simplesmente foram embora sem você saber o que deu errado? Encontre uma maneira simples e ágil de saber como está a satisfação do seu cliente. Poucas perguntas bastam: Que nota dão à sua empresa? Se recomendariam você? Por que compraram de você? Não esqueça de perguntar nome, e-mail e whatsapp.

Saber a origem de seus clientes faz toda a diferença para você saber o que está dando certo na sua comunicação. Trace também o perfil do seu cliente (idade, de onde é, no que trabalha, do que gosta). Assim você ficará cada vez melhor em atrair exatamente as pessoas que tem mais probabilidade de comprar de você.

Entre na lista VIP e saiba de tudo antes

Então, está com a vida e os negócios equilibrados? Como você tem delegado? E como estão seus índices de permormance? Vamos conversar a respeito?

Bibiana Antoniacomi, empresária do turismo, turismóloga, especialista em gestão de empresas, mentora 8Ps e mãe. Ajuda empresas e profissionais de todo o Brasil a criar estratégias para vender mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.