Celebração: estratégia de gestão poderosa para produzir mais e melhor

estratégia de gestão

Admito: não sou do tipo que celebrava muito. Na escola para mim tirar boas notas era parte da minha obrigação. Só comemorei a formatura do primeiro grau – uma missa (escola católica). Ensino médio? Faculdade? Passaram completamente sem comemoração. Mas aprendi a importância da celebração nos últimos anos, como uma estratégia de gestão bem poderosa.

Celebrar faz bem e ajuda o cérebro a traçar quais caminhos ele precisou para fazer aquela tarefa como sucesso e repetir tudo com mais facilidade. Celebrar proporciona aquela sensação incrível de tarefa feita, de merecimento. A neurociência confirma isso.

Entre na lista VIP e saiba de tudo antes

Celebramos várias coisas na Special Paraná Turismo Receptivo e algumas já viraram tradição.

  • A cada venda fechada, tocamos um sino e quem está por perto vibra junto.
  • Comemoramos todos os aniversários exatamente no dia, com bolo e parabéns.
  • Meta batida? A equipe escolhe onde quer almoçar, fechamos a agência e estamos lá, juntas, comemorando no horário do almoço.
  • Fim de ano merece comemoração em grande estilo. Todos os anos vamos a um dos melhores restaurantes da cidade para viver uma experiência gastronômica única.

São pequenas coisas que estão no DNA da Special Paraná. Formam a cultura da empresa.

Equipe da Special Paraná comemorando a meta batida!

Deveríamos entender motivação como motivo + ação. Ou seja, ter uma razão para agir de determinada forma. A celebração acaba sendo a embalagem que une tudo isso. Trazer emoção para o trabalho e, principalmente, usar a emoção como combustível para coisas incríveis.

Se o motivo para você atingir uma meta é economizar para comprar um carro novo, foque nisso, use a emoção desta compra futura para guiar suas ações.

O motivo é fazer a viagem dos sonhos? A emoção está lá, é só usar como combustível para colocar em ação o que for preciso.

Cabe ao líder despertar a motivação da equipe convidando cada um a buscar os motivos reais que as levam a fazer determinada ação. Celebrar as metas atingidas só vai lembrar a todos que, sim, é possível. Assim os sonhos grandes e pequenos ficam mais fáceis de serem atingidos.

Entre na lista VIP e saiba de tudo antes

O que achou dessa estratégia de gestão? E como está a cultura da sua empresa? Alinhada com o pensamento do(a) dono(a) ou é cada um por si e quando o(a) dono(a) não está tudo fica paralisado? Conte para mim nos comentários!

Bibiana Antoniacomi, empresária do turismo, turismóloga, especialista em gestão de empresas, mentora 8Ps e mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.